Do presencial para o digital: Mensagem do Diretor da Escola do Porto da Faculdade de Direito

Na Escola do Porto da Faculdade de Direito, na sequência da decisão de suspensão do ensino presencial a partir de quarta-feira, dia 11 de março, as aulas da licenciatura e do mestrado passaram para o modelo online logo a partir da sexta-feira, dia 13. Se nesse dia ainda imperou a lógica do “ensaio geral”, desde segunda-feira, dia 16, todas as aulas estão a funcionar no horário originalmente previsto, com a “única” diferença de que são lecionadas online e não presencialmente.  

Os docentes tiveram sessões de formação sobre o funcionamento do Collaborate Ultra, com o incansável Prof. António Andrade. De início, houve naturais receios quanto à utilização de meios informáticos desconhecidos para muitos. Mas a prática demonstrou a facilidade de utilização da plataforma e a Faculdade tem recebido reportes muito positivos dos docentes e, o que nos deixa especialmente satisfeitos, dos estudantes. Naturalmente, o modelo não está isento de dificuldades e, em particular, de conciliação pelos docentes com as responsabilidades familiares, agora acrescidas com o encerramento das escolas básicas e secundárias.

Depois da licenciatura e do mestrado, passaremos, já nesta semana, para a lecionação online das pós-graduações e outras formações avançadas. Estamos já a pensar a alteração do modelo de avaliação contínua, de modo a adaptá-lo a este novo modo de ensino.

Olhando para trás, tentando perceber como é que se conseguiu este pequeno “milagre” de passar do modelo presencial para o online em 48 horas, parece-nos que passou por quatro aspetos. Em primeiro lugar, a convicção de que não poderíamos simplesmente parar, não nos podíamos resignar, de que tínhamos de encontrar forma de continuar a servir os nossos estudantes. Em segundo lugar, pela visão dos sucessivos responsáveis do Centro Regional do Porto, que dotaram as Faculdades de uma plataforma integrada de ensino à distância, o Campus Online e, particularmente, o Collaborate Ultra, que neste momento histórico se revelou essencial. Em terceiro lugar, pelo apoio dos serviços da universidade, em especial à Direção de Sistemas e Tecnologias de Informação (DSTI), e do Prof. António Andrade, desde há muito responsável no Centro Regional do Porto pelo Campus Online e entusiasta de lecionação online, que nos deram a confiança de que fariam tudo para que os sistemas funcionassem. Em quarto lugar, pela confiança que depositámos nos nossos docentes, de que seriam capazes de se adaptar e mudar, e de que o fariam porque não queriam deixar os nossos estudantes. Confiança também de que os estudantes se adaptariam ainda com mais facilidade. Convicção, visão e confiança que foram largamente recompensadas nestes dias.

Por isso, fica aqui o meu muito obrigado a todos, e admiração por todos, os que têm contribuído para que esta mudança abrupta esteja a ser um sucesso.

Manuel Fontaine
Diretor da Escola do Porto da Faculdade de Direito