Aluna de Direito obtém Menção Honrosa do Júri do Prémio da Liberdade Religiosa 2017

Inês Granja da Costa, licenciada, mestre e aluna de doutoramento da Faculdade de Direito, Escola do Porto, da Universidade Católica Portuguesa, conquistou uma menção honrosa com a sua tese de mestrado intitulada “O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos e os símbolos religiosos: o uso do véu muçulmano na Europa do século XXI”, atribuida pelo Júri da Comissão da Liberdade Religiosa.

O primeiro prémio foi atribuido ao trabalho "O Papel da Sociedade Bíblica na construção da Liberdade Religiosa em Portugal durante a Monarquia Constitucional e a I República" da autoria da Rita Mendonça Leite, e Susana Machado obteve outra menção honrosa com o texto “Uso de Símbolos Religiosos no local de trabalho: os limites à liberdade de manifestação das convicções religiosas”.

A Comissão da Liberdade Religiosa decidiu instituir um prémio anual a trabalhos de investigação científica na área da Liberdade Religiosa em Portugal, com realce para as vertentes teológica, filosófica, jurídica, sociológica. Com o apoio do Ministério da Justiça, o prémio tem uma componente monetária, de cinco mil euros, e outra de divulgação, que será  publicado na Coleção Teses do Observatório das Migrações do Alto Comissariado para as Migrações.

A Cerimónia de entrega do Prémio Liberdade Religiosa 2017, realiza-se no dia 26 de fevereiro de 2018, às 15 horas, no Salão Nobre do Ministério da Justiça.

Mais informações »»